terça-feira, 18 de setembro de 2018

Publico um post tangenciando o assunto do Blog, para manifestar uma reflexão, ainda mais que estamos em época eleitoral.

Estatal para quem?


Na minha cabeça, uma estatal serve para suprir alguma necessidade da população e com isso gerar empregos para essa mesma população ao oferecer determinado serviço. Não vejo uma estatal como uma empresa privada, que visa apenas lucro. Pois bem, isso na minha cabeça... uma vez que na prática, não é assim.
Os Correios, por exemplo, agora inventaram uma taxa para entregar as encomendas internacionais. Sendo elas tributadas ou não. A justificativa do presidente Carlos Fortner é que os Correios não esperavam tamanho aumento na entrega das encomendas. Sendo que a empresa foi criada em 1969, eu duvido que de lá pra cá nunca houve uma adequação a realidade contemporânea. Contudo, Fortner, além de estar fechando agencias e demitindo funcionários, teve a surpreendente conclusão que irá cobrar R$ 15 para entregar qualquer pacote a partir de 27 de agosto de 2018. Isso, segundo cálculos demonstrados na internet, gerará um lucro de R$ 90 milhões por mês para a "estatal". Provavelmente esse dinheiro será manejado para tapar os furos da empresa. Por que os Correios tem dívidas? Será que é para pagar os funcionários que acordam de madrugada para descarregar caminhões e carregam peso o dia inteiro, na chuva ou sol, pela cidade? Hum... creio que não...
Eu gostaria muito de saber o que estão fazendo os nossos senadores. Por que corroboram com essa política de sequestro que os Correios está impondo à população? Considero uma vergonha extrema. Olha o ponto que chegamos: você não pode comprar produtos importados, sem pagar uma propina ao órgão responsável pela entrega. Sim, propina, pois entendo que a logística de entrega já foi paga na postagem da encomenda. Então retornamos aos tempos remotos do celular da CRT, onde quem ligava pagava pela ligação, e quem recebia a ligação também era tarifado!!! Ôôôô Brasil...


Existe uma petição pública pedindo a proibição desta taxa. Se você quiser assinar, clique aqui.

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Simulado - Parte V

01) Observe a figura que mostra a pintura de Tarsila do Amaral, “Operários”, realizada em 1931.

Com base na análise da imagem, assinale a alternativa correta:

a) Tarsila se refere às diferentes etnias que constituíram o corpo de trabalhadores, possibilitando o desenvolvimento industrial de São Paulo.
b) Tarsila se refere às raças e culturas que compõem o país, especialmente na cidade de Belo Horizonte.
c) Tarsila recorre ao tema étnico para dar vazão ao sentimento xenófobo que vigorava na arte brasileira, na década de trinta.
d) Tarsila reflete sobre o valor da indústria nacional, pois as pessoas estão na frente da fábrica esperando para ir trabalhar.
e) Tarsila faz uma crítica social ao mostrar as pessoas empilhadas na frente da fábrica como se fossem produtos para serem vendidos.


02) As figuras, a seguir, mostram pinturas expostas por Anita Malfatti.

Com base nas figuras e nos conhecimentos sobre as obras de Anita Malfatti que manifestam um dos estilos característicos da Arte Moderna, assinale a alternativa que contempla o estilo e sua descrição correta:

a) Impressionismo. Caracterizado pela diluição das figuras por meio da luz e da cor.
b) Cubismo. Observação do modelo por diversos ângulos, fragmentação das figuras e da cor.
c) Expressionismo. Afastamento das figuras do mundo natural e uso arbitrário da cor.
d) Futurismo. Uso temático do movimento pelos gestos, figuras e traços marcados na distribuição das linhas e cores.
e) Construtivismo. Uso de figuras geométricas e seu desenvolvimento no espaço.



03) Observando os elementos geométricos que compõem a bandeira do Brasil, é correto afirmar que nela aparecem (marque todas as alternativas certas):

a) 2 quadriláteros e um círculo.
b) 1 quadrado, 1 circulo, 2 losango
c) 1 trapézio, 1 losango e um círculo. trapézio e 1 círculo.
d) 2 polígonos e 1 círculo.
e) 1 retângulo, 1 losango e um círculo.


04) Cores primárias são as cores puras que não podem ser obtidas por meio de misturas. As cores primárias são: 

a) Verde – azul – branco. 
b) Verde – vermelho – preto. 
c) Vermelho – azul – amarelo. 
d) Verde – vermelho – azul. 
e) Vermelho – laranja – branco.


05) Artista renascentista famoso pintor do teto da Capela Sistina e escultor da La Pietá: 

a) Miguel Ângelo. 
b) Leonardo da Vince. 
c) Sandro Boticelli. 
d) Rafael Sânzio. 
e) Pietro della Francesca. 


06) Movimento que ocorreu em São Paulo no ano de 1922, no Teatro Municipal, que teve como objetivo principal renovar o ambiente artístico e cultural da cidade com a “perfeita demonstração do que há em nosso meio em escultura, arquitetura, pintura, música e literatura sob o ponto de vista rigorosamente atual”: 

a) Movimento Vanguardista. 
b) Semana de Arte Moderna. 
c) Movimento Antropofágico. 
d) Semana de Renovação. 
e) Semana da Atualidade. 




Gabarito:
1-A
2-C
3-A, D e E
4-C
5-A
6-B

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Simulado - Parte IV

01) Relacione a 1 coluna de acordo com a 2 e assinale a alternativa correta.

(1) Abstracionismo
(2) Impressionismo
(3) Surrealismo
(4) Futurismo
(5) Cubismo

( ) Movimento com excessiva fragmentação dos objetos e destruição de sua estrutura formal.
( ) Movimento da arte moderna que explora o domínio da imaginação, suas características irracionais e espontâneas, tendo como maior interesse o labirinto da mente humana.
( ) Movimento artístico que tentou reproduzir a velocidade da sociedade de forma plástica.
( ) Movimento que se caracteriza pela ausência de relação imediata entre formas e cores da realidade.
( ) Movimento que não teve bases bem definidas e lançou outro olhar sobre a natureza, especialmente pelo uso da luz.

a) 2-5-3-4-1
b) 5-3-4-1-2
c) 3-4-1-2-5
d) 5-2-3-1-4


02) A Semana de Arte Moderna, ocorrida em fevereiro de 1922 no Teatro Municipal de São Paulo, foi desencadeada, principalmente, pelo artigo escrito por Monteiro Lobato intitulado “Paranóia ou mistificação?”. Nesse texto ele repudia a exposição da artista plástica Anita Malfatti, dizendo haver “...duas espécies de artistas. Uma composta dos que vêem normalmente as coisas e em conseqüência disso fazem arte pura, guardando os eternos ritmos da vida, e adotados para a concretização das emoções estéticas, os processos clássicos dos grandes mestres. [...] A outra espécie é formada pelos que vêem anormalmente a natureza, e interpretam-na à luz de teorias efêmeras, sob a sugestão estrábica de escolas rebeldes, surgidas cá e lá como furúnculos da cultura excessiva”.
Em resposta a esse texto, de que forma revidaram os artistas, chocados pela agressão?

(A) Escreveram um artigo em resposta a Monteiro Lobato para acabar com toda a polêmica.
(B) Publicaram anúncios igualando o conservadorismo da arte acadêmica à ousadia do modernismo.
(C) Realizaram espetáculos, exposições e palestras, para promover a libertação em relação à estética européia.
(D) Convocaram o público para fazer passeatas e manifestações em repúdio à obra de Anita Malfatti.
(E) Conclamaram a união entre a arte acadêmica e moderna através de exposições e espetáculos.


03) No livro “Explicando a arte Brasileira”(2003), Garcez e Oliveira narram: “A música moderna brasileira iniciou-se com a obra de um jovem que viajou o Brasil para conhecer e pesquisar seus diversos ritmos. Ele incorporou em suas obras elementos do folclore, das melodias indígenas, das músicas populares, da sonoridade dos pássaros e da realidade brasileira, produzindo obras de inúmeros gêneros e idealizando um projeto de ensino de música para crianças nas escolas.” Qual o nome deste músico e como é classificada a sua obra?

(A) João Carlos Martins / Popular.
(B) Alfredo Viana Filho / Romântica.
(C) Guerra Peixe / Expressionista.
(D) Camargo Guarnieri / Sertaneja.
(E) Heitor Villa-Lobos / Nacionalista


04) Com base nos conhecimentos sobre o movimento modernista brasileiro, assinale a alternativa que engloba as imagens que estão a ele associadas:


05) Com base na imagem e nos conhecimentos sobre o modernismo brasileiro no período de 1920 a 1930, é correto afirmar:


a) O movimento modernista propõe a releitura de temas retratados por pintores europeus do final do século XIX, especialmente paisagens e alegorias históricas, como fator de ruptura aos princípios acadêmicos.
b) Incorporando técnicas de deformação da figura e estilização das linhas, o modernismo brasileiro introduz o prosaico como pilar da nacionalidade, conceito este discutido paralelamente ao movimento artístico.
c) A pintura no modernismo brasileiro destaca personagens urbanos com características do realismo, influenciando, assim, os primeiros pintores do movimento.
d) O interesse por temas populares e folclóricos do Brasil, paralelamente à incorporação de novas tendências da arte, propiciou campo fértil à execução de trabalhos plásticos pelos artistas.
e) Impulsionada pelos modernistas, a escultura congrega as principais características do movimento, reproduzindo os modismos e integrando vários estilos em suas peças.


06) Candido Portinari (1903-1962) foi um importante pintor brasileiro que, por meio de sua arte, tratou, principalmente, da temática social, expressando a cultura e a arte do povo brasileiro, com suas dores e alegrias. Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, assinale, entre as obras abaixo, quais são as de Portinari:


Gabarito:
1-B
2-C
3-E
4- Imagens 1,3 e 5.
5-D
6- Imagens 2, 4 e 6

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Simulado - Parte III

01) A arte de Oswaldo Goeldi tem afinidades com o movimento expressionista europeu. Assinale a alternativa que apresenta os recursos utilizados por Goeldi em “Ameça de chuva” para evidenciar suas intenções.

a) Pintura – contrastes – pincelada evidente – sobreposição de tons criando o efeito desejado.
b) Gravura em metal – fatura meticulosa – efeitos de luz e sombra por acúmulo de linhas.
c) Fotografia – ângulos inusitados – contrastes de luz e sombra – instantâneos do cotidiano.
d) Xilogravura – linhas tensas – contrastes de luz e sombra – grandes áreas pretas.
e) Desenho – gradações de claro-escuro – preocupação com a definição dos volumes.


02) Anita Catarina Malfatti (São Paulo, SP, 1889 - idem 1964) pintora, gravadora e desenhista. Inicia seu aprendizado artístico com a mãe, Bety Malfatti (1866 -1952). Devido a uma atrofia congênita no braço e na mão direita, utiliza a esquerda para pintar. Estudante na Europa, durante a década de 1910 e influenciada pela obra de Lovis Corinth, Anita provocou um dos primeiros escândalos artísticos no Brasil, com sua individual de "arte moderna", em São Paulo, 1917. A mostra foi duramente atacada por Monteiro Lobato (ataque do qual a artista jamais verdadeiramente se recuperou) e tornou-se um marco na trajetória da arte brasileira em direção ao Modernismo de 1922. Anita Malfatti expôs telas influenciadas pelo cubismo, expressionismo e futurismo. Entre as obras abaixo, assinale a obra de destaque desse período.


03) Candido Portinari (1903 – 1962), importante artista brasileiro, é autor da obra:

(A) A Carta.
(B) Retirantes.
(C) Caipira picando fumo.
(D) Batalha de Riachuelo.
(E) O Violeiro.


04) As atividades artísticas podem assumir três funções a partir do interesse do indivíduo ou do contexto social no qual essas atividades estão inseridas. Associe os objetivos e/ou os critérios de avaliação com as suas respectivas funções e assinale a alternativa correta:
( ) a arte está a serviço de interesses históricos, religiosos e políticos.
( ) a arte serve como meio para se alcançar um fim não artístico, não sendo valorizada por si mesma, mas sim pela sua finalidade.
( ) são critérios utilizados na avaliação de objetos artísticos: a  correção da representação, a inteireza e o vigor.
( ) está voltada para os interesses estruturais das linguagens artísticas.

( 1 ) função formalista
( 2 ) função utilitária
( 3 ) função naturalista
(4) Função Pragmática

a) 2-4-1-3
b) 3-4-2-1
c) 3-4-1-2
d) 2-1-4-3
e) 2-4-3-1


05) A linguagem visual possui um código próprio formado por vários elementos. Associe cada elemento visual ao seu significado e assinale a alternativa que corresponde à resposta correta.
(1) Linha
(2) Composição
(3) Signo
(4) Textura
(5) Volume
(6) Proporção

(3)Forma associada a uma ideia, por meio da qual nos comunicamos com os outros.
(1)Marca contínua ou com aparência de contínua, sugerindo movimento e ritmo e que definem as figuras e as formas.
(4)Aspectos da trama e do entrelaçamento das fibras que constituem a superfície .
(2)Conjugação de vários elementos com o objetivo de efeito visual.
(6)Relações matemáticas que existem entre duas medidas.
(5)Efeito visual a partir do uso da luz e da sombra

a) 5-6-2-4-1-3
b) 3-1-6-5-4-2
c) 3-1-4-2-6-5
d) 5-3-1-6-2-4
e) 1-3-4-2-6-5


06) São representantes da estética expressionista, barroca, romântica, impressionista, surrealista e contemporânea, respectivamente, osseguintes artistas brasileiros:

a) Ismael Nery, Georgina de Albuquerque, Manoel da Costa Ataíde, Lasar Segall, Abraham Palatinik e Victor Meirelles.
b) Lasar Segall, Victor Meirelles, Georgina de Albuquerque, Ismael Nery, Manoel da Costa Ataíde e Abraham Palatinik.
c) Lasar Segall, Manoel da Costa Ataíde, Victor Meirelles, Georgina de Albuquerque, Ismael Nery e Abraham Palatinik .
d) Ismael Nery, Georgina de Albuquerque, Victor Meirelles, Manoel da Costa Ataíde, Abraham Palatinik e Lasar Segall.

Gabarito:
1-D
2-B
3-B
4-A
5-C
6-C

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Simulado - Parte II

01) O trecho a seguir refere-se à descrição da personagem Dona Flor, do romance Dona Flor e seus Dois Maridos, de Jorge Amado. 

”[...] era bonita, agradável de ver-se: pequena e rechonchuda, de uma gordura sem banhas, a cor bronzeada de cabo-verde, os lisos cabelos tão negros a ponto de parecerem azulados, olhos de requebro e os lábios grossos um tanto abertos sobre os dentes alvos [...]”. 

Essa descrição remete a um elemento temático recorrente na obra de um dos artistas modernistas brasileiros. Assinale a alternativa que o identifica corretamente. 

a) Emiliano di Cavalcanti. 
b) Alfredo Volpi. 
c) Candido Portinari. 
d) Ismael Nery. 
e) Flávio de Carvalho. 


02) “Assistimos então a um afastamento de Tarsila da estrutura cubista. A direção que a seduz agora é o surrealismo, mas não necessariamente a escola. [...] Ocorre na obra de Tarsila uma libertação quase anarquista do inconsciente. É a fase em que a artista alcança uma expressão solta e livre, onde o político fica menos explícito.” (JUSTINO, Maria José. O Banquete Canibal. Curitiba: Editora da UFPR, 2002. p. 84.)

Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, é correto afirmar que pertencem à fase descrita no texto apenas as imagens: 

a) I e III. 
b) I e IV. 
c) II e III. 
d) I, II e IV. 
e) II, III e IV

03) A pintura de Ismael Nery (1900-1934) trata de ambiguidade e da androginia, temas comuns ao surrealismo e à pintura metafísica, com um tratamento plástico que ordena as imagens em planos deslocados, desdobrados ou rebatidos. Analise as imagens a seguir.

Com base no texto e nos conhecimentos sobre o artista, é correto afirmar que são reproduções de obras de Ismael Nery apenas as imagens: 

a) I e III. 
b) I e IV. 
c) II e III. 
d) I, II e IV. 
e) II, III e IV.


04) Alfredo Volpi não gostava de ser identificado como “o pintor das bandeirinhas”. No desenvolvimento de sua poética, é pouco difundida a influência dos afrescos de Giotto (pintor italiano proto-renascentista). Algumas características que podemos encontrar nos afrescos do artista italiano lançam luz sobre as qualidades pictóricas encontradas nos trabalhos de Volpi. Com base no texto e nos conhecimentos sobre a poética de Volpi, é correto afirmar:

a) Suas pinturas parecem gastas, devido à transparência singular que se obtém com a técnica da têmpera a 
ovo.
b) Em suas composições, a elaboração das cores é orientada por efeitos de luz e sombra, reforçando a dramaticidade da cena.
c) Buscava orientação nas pinturas de paisagens do século XVII, reforçando em sua obra o sentido da luz ambiente.
d) Suas pinturas baseiam-se na observação de reflexos coloridos na água, em telas de grandes dimensões.
e) Seu procedimento pictórico intensifica a irritabilidade das faculdades do espírito, excluindo a possibilidade de qualquer dedução mental consciente.


05) Analise as imagens e leia o texto a seguir.

“[...] O artista expressionista transfigura assim todo o espaço. Ele não olha: vê; não narra: vive; não reproduz: recria; não encontra: busca. A concatenação dos fatos – fábricas, casas, doenças, prostitutas, gritos e fome – é substituída por suatransfiguração [...].” (MICHELI, Mário. As vanguardas artísticas. São Paulo: Martins Fontes, 1991. p. 75.)

Com base no texto e nos conhecimentos sobre arte brasileira, é correto afirmar que as imagens que se aproximam do expressionismo são:

a) 1 e 2
b) 1 e 3
c) 2 e 3
d) 2 e 4
e) 3 e 4


06) Emiliano Di Cavalcanti, carioca de nascimento, foi um dos idealizadores do movimento que resultou na Semana de Arte Moderna de 1922 e um dos mais ativos pintores brasileiros.A recorrência à sensualidade da mulher brasileira em sua obra é uma característica marcante. Com base nos conhecimentos sobre o artista e sua obra, assinale, entre as reproduções a seguir, a que pertence a Di Cavalcanti:





Gabarito:
1-A
2-D
3-C
4-C
5-A
6-C

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Simulado - Parte I

Está estudando bastante? Então teste seus conhecimentos sobre Arte no simulado a seguir:

01) A partir do século XVI, artistas estrangeiros, integrantes das diversas expedições artísticas e científicas que percorreram o território brasileiro, produziram imagens documentando, em detalhes, aspectos da paisagem, da flora e da fauna. Nesse contexto, destacam-se as pinturas do gênero “natureza-morta”.
Analise as figuras a seguir:

Com base no texto, nas imagens e nos conhecimentos sobre o tema, é correto afirmar que são pinturas do gênero natureza-morta e que se inserem no contexto retratado pelos viajantes daquele período no Brasil apenas as imagens:

a) I e III
b) I e IV
c) II e III
d) III e IV
e) todas as imagens


Analise as imagens e responda as próximas questões:


02) Ao longo do tempo, o tema trabalho tem aparecido na obra de diferentes artistas. Cândido Portinari, um dos artistas mais representativos da arte brasileira, apresenta, em 1934, a pintura “Lavrador”. Em 1985, Sebastião Salgado fotografa um trabalhador rural da região cacaueira. Com base nas  imagens e nos conhecimentos sobre o tema, considere as afirmativas a seguir:
I. Em ambas as imagens, a condição de trabalhador se revela nos instrumentos e no corpo dos indivíduos.
II. Ambas demonstram a busca da elegância e do requinte formal pelos artistas que se atêm à minúcia descritiva dos objetos representados.
III. Ambas enaltecem o homem trabalhador, valorizando a sua imagem, a despeito das condições em que vive e trabalha.
IV. A pintura de Portinari apresenta uma visão pessoal e poética do artista, diferentemente da fotografia que se limita a registrar um fato.
Estão corretas apenas as afirmativas:
a) I e III. 
b) I e IV. 
c) II e IV. 
d) I, II e III. 
e) II, III e IV.


03) Cândido Portinari e Sebastião Salgado, recorrendo a distintas manifestações artísticas, respectivamente pintura e fotografia, podem ser considerados “intérpretes do Brasil”. Com base na leitura das imagens, é correto afirmar:
A) Pintor e fotógrafo, independentemente de uma posição temporal e de um lugar social, oferecem uma interpretação da sociedade brasileira que acentua as mudanças no mundo do trabalho no campo.
B) Os dois artistas representam com imparcialidade o trabalhador rural brasileiro de suas épocas, sem intenção de problematizar a relação capital-trabalho.
C) As duas obras oferecem uma compreensão plena sobre o mundo do trabalhador rural, sendo excludentes em suas narrativas, uma vez que a pintura representa uma situação fictícia que rompe com o passado.
D) A fotografia supera a interpretação anterior do pintor, eliminando o valor e a necessidade dela para se compreender o mundo do trabalho no campo.
E) O mundo do trabalhador rural brasileiro é (re)conhecível pelo diálogo e confronto entre as diferentes interpretações feitas em épocas distintas, que oferecem um sentido à realidade.


04) Com base nas imagens de Portinari e de Sebastião  Salgado e  nos conhecimentos sobre o trabalho no meio rural brasileiro, considere as afirmativas a seguir. Estão corretas a penas as afirmativas: 
I. As imagens mostram trabalhadores rurais cujas atividades necessitam do emprego de força muscular,
 em uma situação de baixo nível de mecanização na produção.
II. As imagens de Portinari e Sebastião Salgado mostram trabalhadores rurais volantes que atuam em culturas temporárias, respectivamente nas regiões Norte e Centro Oeste.
III. As imagens remetem ao trabalho no campo, onde, a despeito das profundas alterações nas relações de produção, persistem condições de trabalho precárias.
IV. As imagens mostram a necessidade da figura do capataz na fiscalização das atividades do trabalhador
 rural a fim de otimizar a produção.
a) I e III. 
b) I e IV. 
c) II e IV. 
d) I, II e III. 
e) II, III e IV. 

Analise a figura a seguir. 
 
 
05) Edvard Munch. Operários na saída da fábrica, 1913-1915. A partir da segunda metade do século XIX o capitalismo industrial desenvolveu-se de forma acelerada em diversos países da Europa ocidental. Esse desenvolvimento teve profunda influência na constituição das ciências humanas, enquanto campo de conhecimento fundado em bases científicas, mas também se refletiu no campo das artes, com diversos pintores abordando a temática do trabalho e das condições de vida das classes trabalhadoras. Dentre esses artistas encontra-se Edvard Munch (1863-1944), que procurou traduzir os efeitos desse cotidiano sobre os 
trabalhadores no quadro Operários na saída da fábrica.
Com base na imagem e nos conhecimentos sobre o 
tema, assinale a alternativa que apresenta a interpretação que remete à condição geral à que estavam submetidos os operários fabris na transição do século XIX para o século XX, na Europa. 
a) “Meu coração encontrava sua felicidade em meu trabalho; é o fruto que dele eu retirava.” (Antigo Testamento, Eclesiastes) 
b) “O trabalho afasta de nós três grandes males: a contrariedade, o vício e a necessidade.” (Voltaire, Candido) 
c) “É necessário trabalhar [...], uma vez que, tudo bem verificado, trabalhar é menos fastidioso do que se divertir.” (Charles Baudelaire, Jornais Íntimos) 
d) “Escravo do trabalho, não somente em nós homens/ Que verdadeiros filhos do sofrimento e de misérias somos.” (Ronsart, Hino à Morte) 
e) “Nenhum homem, segundo a ordem da Natureza, nasceu para o trabalho infrutífero/ Nenhum [homem] para a felicidade sem trabalho.” (Mirabeau, Os Economistas) 


06) A imagem fotográfica mostra um casal em sua habitação. Assinale a alternativa em que o texto poético apresenta clara correspondência temática com a imagem. 


a) [...] 
 Faça os gestos certos 
 O destino vai ser teu aliado, 
 Ouço uma voz dizendo 
 Do fundo mais fundo do passado. 
 Hoje não faço nada direito, 
 Que é preciso muito mais peito 
 Pra fazer tudo de qualquer jeito. 
 Ai do acaso, 
 Se não ficar do meu lado. 
 (Paulo Leminski. Luto por mim mesmo) 

b) O vento varria as folhas, 
 O vento varria os frutos, 
 O vento varria as flores... 
 E a minha vida ficava 
 Cada vez mais cheia 
 De frutos, de flores, de folhas. 
 (Manuel Bandeira. Poesia Completa & Prosa) 

c) Ponho no vento o ouvido e escuto a brisa 
 Que brinca em teus cabelos e te alisa 
 Pátria minha, e perfuma o teu chão... 
 Que vontade me vem de adormecer-me 
 Entre teus doces montes, pátria minha 
 Atento à fome em tuas entranhas 
 E ao batuque em teu coração. 
 (Vinicius de Moraes. Poesia Completa e Prosa) 

d) Tem gente sem esperança. 
 E não é o desalento que você imagina 
 Entre o pesadelo e o despertar. 
 Tem gente pelos cantos. 
 E não são os cantos que você imagina 
 Entre o passeio e a casa. 
 Tem gente sem dinheiro. 
 E não é a falta que você imagina 
 Entre o presente e a mesada. 
 [...] 
 (Ulisses Tavares. Além da Imaginação) 

e) [...] 
 ouvi a minha voz estudando 
 e a de outros 
 pela manhã, à tarde, de noite 
 escrevendo em letras miúdas 
 num morro. tudo azul. 
 (Sergio Rubens Sossella. s.n.) 



Gabarito:
1-A
2-A
3-E
4-A
5-D
6-D

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Dicas de estudo a partir do Feng Shui

Oi pessoal, quem acompanha o meu trabalho sabe que agora estou dedicada ao Feng Shui. Contudo, meu amor pelas Artes Visuais não foi abandonado. Por isso, esta publicação é feita especialmente para vocês, estudantes, a fim de atingirem melhores resultados nos vestibulares prestados.
O Feng Shui pode melhorar sua situação nos estudos. Existe uma análise pessoal que indica a melhor localização para estudar e uma ativação transcendental para ativar sua memória e, consequentemente, melhorar seu desempenho em provas.
Esta ativação é totalmente personalizada e de grande valia para quem deseja prestar concursos, incluindo vestibulares e provas OAB. A maioria dos concorrentes perde a chance da aprovação por nervosismo e o famoso “branco”. Muitas vezes, o acerto em apenas uma questão é decisivo no resultado do exame. Por isso o Feng Shui faz a diferença para quem o aplica.
A técnica transcendental estimula a memória, e  você absorve o que está sendo estudado com mais facilidade. Ela também acalma o candidato. Usando-a corretamente, um magnetismo energético é fortalecido em seu entorno, propiciando mais chances de aprovação.
Como esta ativação é baseada em um cálculo pessoal, para obtê-la você precisa solicitar o seu Guia Astral. É só enviar um e-mail para contato@fengshuidaprosperidade.com.br e pedir mais informações. Este serviço é prestado para todo o Brasil. 
Contudo, aqui vão algumas dicas fundamentais para melhorar a qualidade de seus estudos imediatamente. Leia com atenção e coloque em prática!
1)      Lembre-se que a bagunça exterior revela a bagunça interior. Se sua mesa de estudos, ou mesmo a sua casa está bagunçada, significa que você não tem espaço interno para absorver assuntos novos. Livre-se das quinquilharias imediatamente. Arrume a sua casa e organize a mesa de estudos. Se você ficar com preguiça só de pensar em fazer isso, saiba que você realmente precisa fazer. Segundo o Feng Shui, a preguiça provém de energias estagnadas na bagunça. Assim que começar a arrumação você se sentirá mais disposto. E não só para estudar, mas em todas as áreas da sua vida.
2)      Determine uma cota de estudos diária. Não tente ler todas as apostilas ao mesmo tempo. Separe o que vai estudar no dia, e guarde o resto do material. Ficar olhando para livros e polígrafos que não serão usados no momento do estudo desperta uma energia de ansiedade e insuficiência. Você não quer isso. Enquanto estuda deve ficar focado e tranquilo.
3)      Faça fichas de leitura. Tanto as fichas de leitura, como os resumos, são importantes técnicas de estudo Feng Shui. Elas desencadeiam uma energia de rapidez e eficiência, já que com elas você não gastará tanto tempo para ler um conteúdo.
4)      Use aromaterapia! Ter por perto o aroma do alecrim ajuda a memorizar o que está sendo lido. Você pode usar a erva fresca ou a essência.
Aplique as dicas e me escreva contando os seus resultados. Prosperidade para você!